Incorporando os mais

recentes avanços na técnica
de segmentos intraestromais

Incorporando os mais

recentes avanços na técnica
de segmentos intraestromais

Cornealring: Segmentos intraestromais

O Cornealring é um dispositivo médico usado no tratamento do ceratocone e outras patologias da córnea. Ele é formado por segmentos semicirculares de um material inerte, o PMMA (polimetilmetacrilato), sendo utilizado em comprimentos e espessuras que variam de acordo com características específicas de cada olho. Ele é transparente, de forma que não é facilmente visível a “olho nu”.

O local do implante é no estroma da córnea, através de uma cirurgia simples que dura poucos minutos e é feita sob anestesia tópica. A estrutura da córnea é mantida inalterada, respeitando a sua região mais nobre que é a zona óptica (central).

Os objetivos deste tipo de cirurgia são:

  • Regularizar a córnea, melhorando a acuidade visual corrigida do olho e facilitando a adaptação de lentes de contato.
  • Conter ou retardar a evolução de patologias da córnea que a tornam cada vez mais curva e irregular.

O índice de satisfação do paciente é muito grande após o implante do Cornealring, mas caso o resultado obtido não for o desejado, esse tipo de cirurgia conta com a grande vantagem de ser reversível e reajustável. Também não impede a realização de um transplante futuro, caso necessário.

Nomograma Cornealring Visiontech

Simulador Cornealring

Veja exemplos de aplicações hipotéticas das diferentes longitudes de arcos de segmento em diferentes topografias de córneas.

Simule agora

Vantagens do Cornealring

O Cornealring incorpora avanços em seu desenho, visando melhor desempenho clínico:

Secção transversal fusiforme
Secção transversal fusiforme

Design desenvolvido visando corrigir os “espaços vazios” observáveis nos implantes tradicionais, permitindo assim melhor ajuste e adaptação do segmento à córnea.

Maior biocompatibilidade

Segmento corneano de última geração de seção transversal em formato fusiforme, que incrementa a compatibilidade anatômica, permitindo melhor acomodação e preservando a integridade da córnea.

Curvatura anterior mais acentuada que a posterior

O implante é feito a 80% de profundidade do tecido da córnea, para que um maior número de lamelas absorva a compressão exercida pela face anterior do segmento.

Grande afilamento das bordas interna e externa

Facilita seu envolvimento pelas lamelas corneanas.

Perfil inclinado
Perfil inclinado

Acompanha as lamelas corneanas, também recurvas na região de implante dos segmentos, seguindo a conformação da córnea.

Perfil curvilíneo

Sua superfície curva distribui as forças de compressão em uma superfície maior da córnea, evitando áreas de sofrimento metabólico e os riscos de desepitelização suprajacente.

Epitélio suprajacente mais saudável

Conseqüência de sua maior biocompatibilidade, facilitando a adaptação de lentes de contato no pós-operatório. O epitélio saudável também propicia uma superfície corneana mais regular, com melhor qualidade óptica.

Vantagens do Cornealring
Vantagens do Cornealring
Menor glare

O Cornealring possui um diâmetro interno de 4,7 mm, superior aos 4,4 mm dos segmentos triangulares tradicionais (14% maior).

A. Pupila em miose

Anel triangular tradicional representado em amarelo e o Cornealring em branco. O paciente visualiza a imagem normalmente em ambiente com muita luz.

B. Pupila em midríase

Os aneis tradicionais, de menor diâmetro, provocam glare precocemente em ambiente com pouca luz. O paciente queixa-se de turvação em seu campo visual periférico.

Publicações Científicas

Surprising astigmatism hypercorrection after corneal ring segments implantation in keratoconus treatment after 8 years of follow up

Guilherme Malta Pio; Frederico Malta Pio; Alessandra Mariano Caldeira Coelho; Carolina Serpa Braga; Anna Flávia Ribeiro Pereira; Caroline Alves Cotrim; Frederico Bicalho Dias Silva. Romanian Journal of Ophthalmology, Volume 65, Issue 1, January-March 2021. pp:80-84.
https://rjo.ro/wp-content/uploads/2021/03/15.Guilherme-Malta-Pio_RJO_2021.pdf

Efficacy of Different Procedures of Intra-Corneal Ring Segment Implantation in Keratoconus: a Systematic Review and Meta-Analysis

Cédric Benoist d’Azy; Bruno Pereira; Frédéric Chiambaretta; Frédéric Dutheil. Translational Vision, Science and Technology, 2019.
https://tvst.arvojournals.org/article.aspx?articleid=2735970

Efficacy of different procedures of intracorneal ring segment implantation in keratoconus: a systematic review and meta-analysis of the last ten years

Cedric Benoist D’Azy. Doctoral thesis. Université de Clermont-Ferrand I, 2017. 

Evaluación del tratamiento de las ectasias corneales mediante el implante manual de segmentos de anillo intracorneales en un hospital de nivel 1

Nicolás R. López Ferrando. Doctoral thesis. Universidad Francisco de Vitoria, 2017.
https://dialnet.unirioja.es/servlet/tesis?codigo=118322

Femtosecond-assisted intrastromal corneal ring implantation for keratoconus treatment: a comparison with crosslinking combination

Peter Alexander von Harbach Ferenczy; Maiara Dalcegio; Marcela Koehler; Thiago Silveira Pereira; Hamilton Moreira; Luciane Bugmann Moreira. Arquivos Brasileiros de Oftalmologia v78 nr 2 2015 pg. 76-81.
https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-27492015000200004&lng=en&nrm=iso&tlng=en

Intrastromal corneal ring segment implantation for ectasia after refractive surgery

Larissa Rossana Souza Stival; Belquiz R. do Amaral Nassaralla; Marisa Novaes Falleiro Chaves de Figueiredo; Frederico Bicalho; João Jorge Nassaralla Junior. Arquivos Brasileiros de Oftalmologia v78 nr 4 2015 pg. 212-215.
https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0004-27492015000400212&script=sci_abstract

Anillos intracorneales de 5mm versus 6mm en el tratamiento de la ectasia corneal: estudio comparativo

Mar Agudo Iturriaga. Doctoral Thesis. Universitat de Valencia, 2014.
https://core.ac.uk/download/pdf/71031175.pdf

Segmento de anel corneano de comprimento de arco grande / Segmento de anillo corneano de longitud de arco grande

Frederico Bicalho Dias da Silva; Vinícius Coral Ghanem. Revista Oftalmologia em foco nr. 163 pg. 32-34.
https://oftalmologiaemfoco.com.br/associado-digital/

Keratoconus therapeutics advances

Martha Jaimes; Arturo Ramirez-Miranda; Enrique O Graue-Hernández; Alejandro Navas. World Journal of Ophthalmology 2013 vol 3 nr. 3 pg 20-31.
https://www.wjgnet.com/2218-6239/full/v3/i3/20.htm 

Avaliação da eficácia do segmento de anel corneano de 300 graus de arco na correção do astigmatismo ceratométrico em olhos com ceratocone

Frederico Bicalho Dias da Silva, 2013.
https://www.webartigos.com/artigos/avaliacao-da-eficacia-do-segmento-de-anel-corneano-de-300-graus-de-arco-na-correcao/144250

Tratamento do queratocone com implante de aneis intra-estromais por laser femtosegundo – Resultados de acordo com a nova classificação SAANA

Andreia M. Rosa; João Cardoso; Helena Vasconcelos; Miguel Ribeiro; Inês MArques; Jorge Henriques; Maria João Quadrado; Joaquim Murta. Revista Oftalmologia Vol 35 pg 253-258.
https://silo.tips/download/tratamento-do-queratocone-com-implante-de-aneis-intra-estromais-por-laser-femtos

Intrastromal Corneal Ring Segment Implantation for High Astigmatism on Postkeratoplasty Eyes

B. A. Nassaralla; J. J. Nassaralla, Jr. Investigative Ophthalmology & Visual Science – ARVO/IOVS Journals. April 2010, Vol.51, 4222.
https://iovs.arvojournals.org/article.aspx?articleid=2372848

Anillos corneales intraestromales

Javier Celis Sánchez; Diana Mesa Varona; Eva Maria Avendaño Cantos; Sonia López-Romero Moraleda. Revista Superfície Ocular nr. 41 pg.
https://docplayer.es/13529215-Anillos-corneales-intraestromales.html